Como podemos treinar a Fáscia Muscular através dos exercícios de GYROTONIC®

463

O GYROTONIC® é um sistema de exercícios  que  difere  por ter como principal objetivo treinar o aumento da capacidade funcional do organismo através da melhora da coordenação, flexibilidade e elasticidade harmoniosamente e não pelo aumento da força muscular.

Seus movimentos também estimulam o sistema linfático, cardiovascular, autônomo e energético, fato este que leva os praticantes a manifestar uma sensação de trabalho muscular vigoroso associado a leveza. Por trabalhar com movimentos espiralados (tridimensionais) e rítmicos é uma das técnicas que podemos associar a melhora da biotensigridade, ou seja reorganização da fáscia muscular (tecido conjuntivo) através da estimulação da atividade de fibroblastos.

Desta forma o GYROTONIC® permite: Desenvolver estabilidade através dos contrastes do alcance e contração, expansão e retração , criando um movimento natural que visa aumentar os espaços articulares por meio de um pré-tensionamento muscular, onde é imaginando que partes específicas  do corpo não fazem parte da articulação, mas se movem ao redor delas caracterizando um movimento além dos ossos que permite aliviar tensões articulares por excesso de contração muscular, muito comum em patologias articulares auto-imune ou por sobrecarga. Dentro deste conceito de pré-tensionamento é fundamental ressaltarmos a importância do estreitamento pélvico, diferencial da técnica, e que permite uma correlação das duas partes articulares do quadril através de uma tensão gerada na região pélvica integrando os membros inferiores aos membros superiores, resultando em uma descompressão da coluna vertebral, no fascial fitness chamamos de recuo elástico, e este princípio é o maior responsável pela fluidez e estabilidade nos movimentos do corpo durante a execução da técnica bem como na qualidade do movimentos diários entre os quais destacamos o caminhar. O fato dos movimentos iniciarem do centro do corpo, guiado por estímulos reflexos táteis e visuais além de melhorarem a qualidade e gasto energético, quando associamos os padrões respiratórios específicos haverá uma repercussão dos benefícios em todas as dimensões

Principais Considerações do GYROTONIC®:

1. A energia se move através da mente e esta se move através da percepção dos sentidos, ou por uma intenção dirigida onde há um nível de consciência maior. Quanto mais claro o caminho e direção da intenção, maior a chance de se atingir os resultados desejados.

2. A respiração cria movimento e o movimento cria respiração, ao combinarmos os dois   (movimento e respiração) é importante que a intensidade certa e a qualidade da respiração sejam correlacionadas durante o movimento; ex: movimento rápido – respiração explosiva, movimento mais lento – respiração mais lenta.

3. Toda ação cria uma reação. Portanto um ritmo uniforme de respiração e movimento cria harmonia e equilíbrio na circulação de fluidos, resultando em uma experiência prazerosa. Tensão e esforços errados, movimento caótico e padrões respiratórios estabelecidos nestas condições gera perturbações e turbulências.

4. Com o objetivo de ser completo, o movimento precisa ser executado com a melhor capacidade estrutural e energética como no bocejo, criando espaço nas articulações e órgãos. No GYROTONIC® a estabilização acontece pelo contraste de forças interagindo ao mesmo tempo: há força e estabilidade e o centro de gravidade reflete a atividade centrípeta e centrífuga ou explosiva e implosivo juntas, ou seja todo movimento inicia em um ponto e reflete neste ponto.

5. No treinamento dos movimentos o foco principal é direcionado ao músculo que gera a força intencional para realizá-lo, e organizando este aspecto cria-se um estado físico, mental e emocional equilibrado.

6. O objetivo final é estar familiarizado com o seu corpo, livre de dor, sem restrições, se respeitando, onde o exercício deve permitir uma experiência criativa deliciosa.

7. O significado de circulação é: fluxo ininterrupto de movimento.

Todo exercício deve permitir uma nova experiência. Exercitar-se não é uma rotina. Fisicamente temos limites, mas a experiência é infinita e pertence a cada um individualmente. A imaginação é rápida, já o corpo segue mais devagar, entretanto entendemos que associando as Leis da Física (velocidade e gravidade) com a particularidade física de cada um podemos conduzir mudanças estruturais e internas e daí surge um novo aspecto: nem sempre estamos psicologicamente preparados para mudanças estruturais – RESPEITAR A INDIVIDUALIDADE DE CADA UM , OFERECENDO MEIOS PARA QUE ESTE CORPO SE ENCONTRE NO SEU PRÓPRIO ESPAÇO .

ENFIM: Movimentos elegantes, dignos, exuberantes e naturais ao mesmo tempo, calmo e sereno começando pela expressão no rosto, sem esforço com consciência cheio de vida que reflete por todo o corpo com clareza intencional sem esforço muscular se auto-ajustando constantemente para equilibrar-se através de contrastes musculares envolvidos em um ritmo e fluidez ininterrupta onde a velocidade deve igualar-se a manifestação interna do movimento: quanto mais rápido a velocidade mais claro e suave o movimento. A coordenação entre as inversões de movimento deve ser exata, e cada movimento deve ser orientada e guiada gentilmente e de forma clara a cada movimento.

Matéria de Gal Villas Boas e Luciana Francelin

 

Deixe um comentário: