Por que nos importamos muito com a boa postura no Pilates?

678

Será que os seus alunos de Pilates sabem que fazer exercícios é de extrema importância para ter uma boa saúde? Continuamente a imprensa dá destaque sobre a importância da atividade física para se ter qualidade de vida. No entanto, ainda há muitas pessoas que só se aproximam do exercício físico, porque desejam melhorar a aparência, por almejar um abdomên trincado ou por que o verão está chegando e é hora da “operação biquini”.

Nós que trabalhamos no universo da atividade física sabemos muito bem em que implica certos maus hábitos de saúde. No caso do Pilates, onde damos maior importância para a postura, uma vez que ela nós “acompanha ” onde quer que vamos, devemos ser capazes de transmitir esta mensagem a todos:

“A boa postura é essencial para que o movimento ocorra de forma eficiente. Uma má postura muda a forma como o corpo se move e acaba criando limitações e problemas de saúde que podem afetar não apenas os músculos e articulações, mas também o sistema respiratório e até mesmo humor .”

Uma boa maneira de transmitir essa mensagem é através de vídeos. Este vídeo do TED dirigido por Nadav Arbel, consegue transmitir perfeitamente a importância da boa postura, com a ajuda do educador Murat Dalkilinç. É uma animação em inglês com legendas em português (pode ser preciso ativá-las na hora de assistir ao vídeo) e que explica de uma forma muito simples os efeitos que a má postura tem sobre a saúde.

Talvez você queira compartilhá-lo com seus alunos e amigos:

Na Polestar Pilates já falamos em muitas ocasiões sobre a importância de manter uma boa postura. Nós também compartilhamos nossas #PolestarTips que são algumas dicas para que como instrutor de Pilates profissional, você possa ajudar aos seus alunos de Pilates a neutralizar os efeitos negativos de certas atividades que atualmente são comuns e que afetam a sua mobilidade (como o uso excessivo dos smarthphones – tema que já abordamos aqui na +Q Pilates em uma coluna redigida por Tayra Mello).

Já existem muitos estudos que falam sobre os problemas que afetam a sociedade atual, como por exemplo este publicado em inglês, pela School of Health Related Professions de New Jersey, nos Estados Unidos, em colaboração com o Departamento de Ciências da Reabilitação da Universidade de Temple (Filadélfia) e seu Centro de Investigação Músculo-Esquelético, assim como o Departamento de Medicina Ocupacional, Epidemiologia e Prevenção do Colégio de Medicina de Nova York.

Se você está interessado em se aprofundar nos problemas de costas, ombros, região lombar e outros temas correlatos, você deve procurar por uma escola de Pilates especializada e reconhecida, como a Polestar Pilates.

Como profissional de Pilates, deve ficar claro que um de nossos trabalhos para ajudar as pessoas a se sentirem melhor é fazê-las entender que melhorando os seus hábitos de hoje é possível melhorar a sua vida futura. E também para ir para o Pilates é uma ótima maneira de começar a mudar para melhor as suas vidas!

E você como você se comunicar com seus alunos? Que conselho você dá para que eles se sintam melhor no seu dia a dia? Conta pra gente!

Artigo traduzido e adaptado pela redação da Revista +Q Pilates. Conteúdo gentilmente cedido pela Polestar Pilates Espanha. Saiba mais em: http://goo.gl/QG69J1

Deixe um comentário:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.